rioecultura rioecultura
Facebook Twitter Pinterest Picasa Instagram
EXPOSIÇÕES EVENTOS LOCAIS CULTURAIS COLUNISTAS ARTIGOS MATÉRIAS NOTÍCIAS INSTITUCIONAL COLABORADORES CONTATO
TRANSLATE THIS WEBSITE
COLUNA MPB
Julio César Biar juliobiar@gmail.com
“Podem vir as congas/ Os timbales e os trompetes”, convida Ivete Sangalo em "Delira na guajira" (Samir/ Fábio Alcântara), faixa de "Real fantasia", seu novo disco lançado pela gravadora Universal Music. O sotaque latino decalcado do ritmo cubano é “novidade” entre os ingredientes do caldeirão de ritmos da cantora. Seguindo a receita testada – e aprovada – por anos, Ivete não arrisca: salsa, merengue, reggae, dance music, samba-rock e até mesmo o original samba-reggae, incrementados pela percussão baiana característica, compõem o inédito e fraco repertório da artista.

rioecultura - Coluna MPB:Ivete não decepciona seu público com o CD REAL FANTASIA

Após o ambicioso projeto "Multishow ao Vivo – Ivete Sangalo no Madison Square Garden", gravado na famosa casa nova-iorquina, mirando uma possível ascensão internacional (sobretudo nos países de língua anglo-saxônica), Ivete se volta para o público latino-americano. "Vejo o sol e a lua" (Ramon Cruz) e "Puxa, puxa" (Fabinho O´Brian / Rubem Tavares / Duller) são impregnadas de latinidade de boutique e banalidade. Ainda neste clima, os inacreditáveis versos de "Dançando" (Filipe Escandurras / Márcio Victor / Tierry Coringa), como “O ritmo me consome/ Vive em meu abdômen”, soam constrangedores até mesmo para quem está acostumada a mandar a galera tirar os pés do chão em suas entusiasmadas apresentações. No quesito “pipoca”, a faixa "Real fantasia" (Magary Lord / Jorginho/ Codó Lima / Fábio Alcântara), incrementada pela incendiária guitarra de Armandinho, certamente está credenciada para a próxima folia baiana, assim como a autorreferente "No meio do povão" (Rubem Tavares / Jorginho), dos versos “Avisa que Ivetinha tá passando/ O povo vai descer pra ver”. O padrão populista se mantém em "Balançando diferente" (Gigi / Fabinho O´Brian / Ivan Brasil / Magno Sant´Anna) e na romântica "Essa distância" (Gigi), faixa de acento disco.

A proximidade de grandes compositores da MPB, como Caetano Veloso e Gilberto, com quem dividiu um especial de TV em dezembro de 2011, parece não seduzir Ivete Sangalo. Talvez, por isso, ela coloque sua boa voz a serviço de tolices como "Só nós dois" (Ramon Cruz / Ivete Sangalo) e de baladas açucaradas como "No brilho desse olhar" (Dan Kambaiah / Davi Salles), "Só num sonho" (Ivete Sangalo / Radamés Venâncio/ Gigi), "Isso não se faz" (Tonny Carqueija / Rafael Cavalo / Ramon Cruz) e "Eu nunca amei alguém como eu te amei" (Paulo Sergio Valle / Eduardo Lages). Gravada para a trilha sonora da novela "Gabriela", "Me levem embora" (Dori Caymmi / Jorge Amado) deixa pistas sobre a interessante intérprete que Ivete pode(ria) ser. Ainda assim, a aparente franqueza nas escolhas, aliada ao carisma inegável mantêm a morena no topo da popularidade, afinal, Ivete Sangalo sabe falar a língua de um público cada vez maior.
compartilhe subir a página
Postagens

Julio Biar [MPB]

Leo Ladeira [Patrimônio Histórico]

Marcelo Aouila [Teatro]

Seu nome:

Comentário:

Observação:
Verifique o texto antes de enviá-lo, pois não será possível modificá-lo ou apagá-lo após o registro.

ATENÇÃO: O seu comentário não será postado automaticamente. Ele passará por uma aprovação antes de ser publicado.



Realmente surpreendente esta brasileira,e parabéns pela matéria,muito bem feita, e ela é o máximo !!!
  Postado por: Anna Aparecida
  em: 2012-10-22 12:34:15


Dados do(a) amigo(a):
Nome:
E-mail:
Mensagem:

Seus dados:
Seu nome:
Seu e-mail:
 
  voltarsubir
© Copyright 2008-2013 Rio&Cultura
SIMETRIA Arte e Comunicação desenvolve este site

Clicky Web Analytics
Rio&Cultura