rioecultura rioecultura
Facebook Twitter Pinterest Picasa Instagram
EXPOSIÇÕES EVENTOS LOCAIS CULTURAIS COLUNISTAS ARTIGOS MATÉRIAS NOTÍCIAS INSTITUCIONAL COLABORADORES CONTATO
TRANSLATE THIS WEBSITE
EVENTOS
VOLTAR
[ teatro ]
[06.11.09 a 15.11.09]
VALSA Nº 6

teatro :  [06.11.09 a 15.11.09] <br>VALSA Nº 6
Local: Teatro Glauce Rocha
Av. Rio Branco, 179
Centro
(21) 2220-0259
Data: De 6 a 15 de novembro de 2009
[de sexta-feira a domingo]
Hora: às 19h
Valor: R$10 [inteira] R$5 [meia - estudantes, classe artística e maiores de 60 anos}

Formas de pagamento:
Dinheiro

Capacidade:
278 lugares
Acesso para pessoas com necessidades especiais

Duração:
50 minutos

Classificação etária:
16 anos

Gênero:
Comédia
Atenção: os horários e a programação podem ser alterados pelo local sem aviso prévio. Por isso, é recomendável confirmar as informações por telefone antes de sair.
compartilhe
VALSA Nº 6
Único monólogo de Nelson Rodrigues

O espetáculo revela, mais uma vez, as obsessões do autor. A história, cuja fragmentação lembra Vestido de Noiva – peça também de Nelson que inaugurou o teatro moderno no Brasil –, procura revelar um personagem que não se lembra quem é. E este é o mote da peça: quem é Sônia e onde está Sônia?

Juntando os pedaços de memórias evocados em cena, podemos saber que Sônia foi assassinada, aos 15 anos, pelo seu médico enquanto tocava a Valsa nº 6, de Chopin. Podemos saber que Sônia era apaixonada por Paulo e que sonhava com o dia em que ele beijaria a sua boca. Mas, ao mesmo tempo, ela repudiava o contato físico com qualquer homem.

Nelson trabalha a contradição como uma marca da passagem, da transição. Sônia está entre a menina que foi e a mulher que será. Mas a Sônia que vemos em cena, lembrando-se do seu assassinato, também está numa transição entre a vida e a morte.



VALSA e o Pequeno Gesto

O Teatro do Pequeno Gesto encenou esta peça em 1994. Naquele momento o espetáculo foi convidado para se apresentar em alguns festivais nacionais, entre eles o I Porto Alegre em Cena. Valsa nº 6 integrou o repertório do Pequeno Gesto até 1996, sendo “aposentada” devido às dificuldades de conciliar as apresentações com outros compromissos da atriz. Agora resolvemos, 13 anos depois, reencenar este texto, buscando uma nova leitura, construindo um espetáculo totalmente redesenhado, inclusive, contando com elenco e equipe também novos. Valsa nº 6 é, portanto, um espetáculo inédito no que diz respeito ao conceito e à estrutura da cena e é visto como um desafio pela atriz, Mariana Oliveira: “Intensidade, precisão, especialmente com as palavras, e, ao mesmo tempo, capacidade de equilibrar-se sobre a ambigüidade. Pensamos muito na estrutura deste texto, que constrói, pouco a pouco, possibilidades de fábulas para o espectador”.

Esta versão da Valsa, mergulha mais radicalmente numa leitura de Henriete Morineau, diretora da primeira montagem deste texto em 1951: “para mim, é essencial entender que a personagem não existe”. Isso quer dizer que a pergunta feita pelo personagem em cena – “Quem é Sônia e onde está Sônia” – deverá persistir mesmo após a revelação da sua história. Em cena, temos, na realidade, a atriz que empreende um jogo de representação no qual às vezes simula vários personagens da vida de Sônia, às vezes se assusta com o nome da personagem, mas que, na verdade, elabora em cena a possibilidade de existir um personagem.

O diretor Antonio Guedes tem sua carreira identificada com a obra de Nelson. Seu espetáculo de maior repercussão foi A serpente – que lhe valeu 2 indicações para o Prêmio Shell em 1998. Além disso, foi convidado para fazer a apresentação do volume 4 das Obras Completas de Nelson, sem contar com a participação no seminário Nelson Rodrigues e a cultura brasileira, realizado no Festival Recife do Teatro Nacional. Por isso, ele não poderia deixar de contar com mais um espetáculo do autor no repertório da sua Companhia.

Trajetória dessa montagem inédita no Rio
Esta montagem de Valsa nº 6 estreou em Porto Alegre, integrando o Projeto Palco Giratório, do Sesc, passando por outras 10 cidades do Nordeste, Centro Oeste e Sudeste. Também participou do Circuito Sesc, se apresentando em todo o interior do Estado do Rio. Portanto, os cariocas verão, pela primeira vez, essa nova montagem do texto pelo Teatro do Pequeno Gesto.

FICHA TÉCNICA

TEXTO: Nelson Rodrigues
DIREÇÃO: Antonio Guedes
DRAMATURGIA: Fátima Saadi
CENÁRIO: Doris Rollemberg
FIGURINO: Mauro Leite
MÚSICA: Paula Leal
ILUMINAÇÃO: Binho Schaefer
ASSISTENTE TÉCNICA: Paula Bahiana
ELENCO: MARIANA OLIVEIRA
compartilhe VOLTARSUBIR
 
Veja todos os eventos indicados pelo Rio&Cultura [clique aqui]
 

Dados do(a) amigo(a):
Nome:
E-mail:
Mensagem para o(a) amigo(a):
Seus dados:
Seu nome:
Seu e-mail:
ATENÇÃO
Antes de efetuar o convite, verifique se todos os campos estão preenchidos corretamente.


Dados do(a) amigo(a):
Nome:
E-mail:
Mensagem para o(a) amigo(a):
Seus dados:
Seu nome:
Seu e-mail:
ATENÇÃO
Antes de efetuar a indicação, verifique se todos os campos estão preenchidos corretamente.

Relação de eventos sugeridos
Pesquise no Rio&Cultura - by Google
 
EXPOSIÇÃO
destaque

rioecultura : EXPO Relações e Projeções [Simone Mendes] : Espaço Cultural da Defensoria Publica do Rio de Janeiro (ADEPERJ)
Relações e Projeções [Simone Mendes]
Relação completa de Exposições
MATÉRIA
destaque

rioecultura : MATÉRIA Museu Marítimo do Brasil integrará o circuito cultural da orla portuária do Rio de Janeiro
Museu Marítimo do Brasil integrará o circuito cultural da orla portuária do Rio de Janeiro
Relação completa de Matérias

BIBLIOTECA
livro indicado

Livro: Rio de Janeiro, Século XIX - Cidade da Ópera
Editora: Garamond

Relação completa de Livros
ARTIGOS
destaque

rioecultura : ARTIGO Carioquinha 2015
Carioquinha 2015
Relação completa de Artigos
 
  voltarsubir
© Copyright 2008-2013 Rio&Cultura
SIMETRIA Arte e Comunicação desenvolve este site

Clicky Web Analytics
Rio&Cultura