locais culturais
Centro Cultural Municipal Oduvaldo Vianna Filho
[Castelinho do Flamengo]
rioecultura : Centro Cultural Municipal Oduvaldo Vianna Filho <br>[Castelinho do Flamengo]
Compartilhar
Centro Cultural Municipal Oduvaldo Vianna Filho
[Castelinho do Flamengo]

Classificação: Centro Cultural
Endereço: Praia do Flamengo, 158
Flamengo - Rio de Janeiro / RJ
CEP 22210-030
Telefone: (21) 2205-0655.
website: visit.rio/que_fazer/centro-cultural-oduvaldo-vianna-filho
Funcionamento:
De 3ª feira a domingo, das 10h às 18h
Ingresso: Entrada franca
Atenção: os horários e a programação podem ser alterados pelo local sem aviso prévio. Por isso, é recomendável confirmar as informações antes de sair.
CONHEÇA MAIS

O projeto do Castelinho do Flamengo, patrimônio histórico tombado da cidade, é do arquiteto italiano Gino Copede. O imóvel foi construído em 1918 e era a residência do rico empreendedor português e construtor responsável pela realização dos palacetes da sociedade da época, Joaquim Silva Cardoso. A edificação foi vendida para a família portuguesa Fernandes em 1932, época em que foram realizadas no local grandiosas e memoráveis festas.

O centro cultural foi criado em 1992. O nome escolhido foi uma homenagem ao dramaturgo carioca Oduvaldo Vianna Filho, que morreu precocemente em 1974. A programação do espaço privilegia a palavra e inclui exposições de poesia visual, oficinas de literatura, filosofia e artes, além de cursos, debates, seminários e mostras especiais de filmes em vídeo.

O Centro Cultural Municipal Oduvaldo Vianna Filho oferece:
- Sala Vianinha - Exposição em homenagem ao seu patrono com acervo permanente de fotos e posters de alguns de suas peças e filmes.
- Midiateca - São cerca de 750 títulos em seu acervo. Através de um cadastramento pode-se consultar gratuitamente os títulos (de 2ª a 6ª feira, das 10h ás 20h), além de acesso gratuito à internet.
- Auditório - tem capacidade para 40 lugares.
- Espaço - São três pequenas galerias e três salas para debates e oficinas.


- NENHUMA EXPOSIÇÃO EM CARTAZ

- NÃO HÁ AGENDA DE EVENTOS

EXPOSIÇÃO EM MEMÓRIA
[o que passou por aqui e não está mais em cartaz]
Como Habitar Abismos [Mariana Guimarães]
Paulo de Tarso Aquarone
O que a Lota não viu
Palavras apropriadas