rioecultura rioecultura
Facebook Twitter Pinterest Picasa Instagram
EXPOSIÇÕES EVENTOS LOCAIS CULTURAIS COLUNISTAS ARTIGOS MATÉRIAS NOTÍCIAS INSTITUCIONAL COLABORADORES CONTATO
TRANSLATE THIS WEBSITE
Artigos
voltar

CAU abre duas exposições
CAU abre duas exposições
Postado na data de 14.08.09
compartilhe
Quem diria, depois de uma longa temporada fechado o Centro de Arquitetura e Urbanismo, em Botafogo, reabriu com duas exposições.

Acrdito que por ter havido uma palestra, no Museu Casa Rui Barbosa, do arquiteto Joubert José Lancha (curador da mostra "Andrea Palladio" e professor do Departamento de Arquitetura e Urbanismo da EESC-USP), os participantes vieram diretamente para a exposição. Foi um evento da arquitetura! Vários arquitetos estavam presentes, assim como professores, alunos e muita gente bonita. O que faltou? Acredite se quiser, os vernisseiros não apareceram - e tinha um ótimo coquetel.

Para quem não conhece, a CAU é uma casa antiga, de dois andares, com sua fachada totalmente restaurada e preservada com o interior atualizado, ou seja, arquitetura contemporânea desenvolvida para exposições.

Cheguei um pouco antes das 19h, hora oficial de abertura, e a casa estava toda fechada. Até pensei que tinha anotado a data errada, mas pontualmente na hora marcada as portas se abriram. Surpreendente!

Subi a escada que leva ao salão principal e já me deparei com a mostra "Andrea Palladio 1508-1580". Ao centro, maquetes e sobre as paredes, desenhos e gravuras. As maquetes me lembraram muito um brinquedo que tive quando criança. Deu vontade de abrir a vitrine e mexer em tudo.

Eu particularmente gosto de arquitetura, mas não entendo muita coisa. Percebi que a mostra é o resultado de um amplo trabalho de investigação da concepção de projeto de um dos mais influentes arquitetos do Renascimento italiano.

Palladio cria um sistemas de valores e regras na elaboração de uma idéia, mostra um "sistema" arquitetônico que não é rígido e permite que se invente sobre esse "sistema".

Descendo a escada interna, cheguei a segunda exposição "Novo MIS Rio", que tem como objetivo mostrar ao grande público todos os projetos que participaram da concorrência para a construção do novo Museu de Imagem e do Som da cidade do Rio de Janeiro. Atualmente o acervo do MIS está dividido em dois. Uma parte na sede na Praça XV e outra em um edifício no bairro da Lapa. O objetivo principal do novo museu é juntar esse acervo e divulgá-lo.

Assim que cheguei, me deparei com sete telas de plasma onde cada projeto tinha sua apresentação multimídia continuamente exibida. É muito interessante ficar alguns minutos diante de cada tela percebendo a idéia do projeto, como os interiores, revestimentos, acessibilidades, em fim, todos os espaços foram pensados e elaborados. O mais legal são as imagens humanizadas. Parece que estamos vendo uma foto do projeto já pronto.

Na segunda parte, três maquetes de concorrentes que não ganharam são intercalados com os trabalhos impressos de todos os participantes. Percebi claramente a difeernça entre os projetos dos escritórios nacionais e internacionais. A herança do conceito do concreto aparente e da geometria reta é nitidamente percebida nos trabalhos nacionais. Particularmente, o que eu mais gostei não foi o que ganhou e é nacional - lembre-se que não sou nenhum experto, meu olhar é de leigo, analiso apenas a estética da forma sob uma ótica pessoal. Além do mais, existiam tantos pormenores e detalhes para serem analizados, tenho certeza que os responsáveis pela avaliação dos projetos tiveram muita dificuldade para dar suas notas e chegar ao resultado final.

Uma coisa eu tenho certeza, o novo MIS será um "assombro" para a cidade. Quando falo "assombro" é no melhor sentido da palávra. Ele é um projeto gigantesco, de proporções monumentais, acredito que transformará o conceito da orla de copacabana.

Bom, as duas exposições são muito significativas. Quem é curioso ou gosta de arquitetura precisa descolar um tempo para visitar a CAU. As exposições ficam em cartaz até 9 de outubro de 2009. Minha dica é aproveitar a visita, atravessar a rua e passear pelo Museu Casa de Rui Barbosa que fica quase em frente. Para quem vai de carro, o legal é deixá-lo no estacionamento do Botafogo Praia Shopping, pois não tem onde parar por perto - depois de visitar a exposição, pode tomar um cafezinho quando voltar para pegar o carro. Para quem quiser ir de metrô, a saída da estação Botafogo é quase ao lado e os pontos de ônibus também são próximos.

Bom passeio!

Gustavo Nardelli
----------------------------------------------

Veja abaixo algumas fotos tiradas da abertura das duas exposições:


-----------------------------------------------

Leia mais sobre as exposições:
- Andrea Palladio 1508-1580
- Novo MIS Rio
compartilhe   |  Comentar   |  Ler Comentário
[subir]
Relação de Artigos

MATÉRIA
destaque

rioecultura : MATÉRIA Museu Marítimo do Brasil integrará o circuito cultural da orla portuária do Rio de Janeiro
Museu Marítimo do Brasil integrará o circuito cultural da orla portuária do Rio de Janeiro
Relação completa de Matérias
EXPOSIÇÃO
destaque

rioecultura : EXPO Exposição de Percurso : Museu Casa de Benjamin Constant
Exposição de Percurso
Relação completa de Exposições
cadastre-se Divulgue
BIBLIOTECA
livro indicado

Livro: Rio de Janeiro, Século XIX - Cidade da Ópera
Editora: Garamond

Relação completa de Livros
EVENTOS
destaque

Relação completa de Eventos
 

Seu nome:

Comentário:

ATENÇÃO
Verifique o texto antes de enviá-lo, pois não será possível modificá-lo ou apagá-lo após o registro.



Seja o Primeiro a comentar!

Dados do(a) amigo(a):
Nome:
E-mail:
Mensagem para o(a) amigo(a):
 
Seus dados:
Seu nome:
Seu e-mail:
  voltarsubir
© Copyright 2008-2013 Rio&Cultura
SIMETRIA Arte e Comunicação desenvolve este site

Clicky Web Analytics
Rio&Cultura