rioecultura rioecultura
Facebook Twitter Pinterest Picasa Instagram
EXPOSIÇÕES EVENTOS LOCAIS CULTURAIS COLUNISTAS ARTIGOS MATÉRIAS NOTÍCIAS INSTITUCIONAL COLABORADORES CONTATO
TRANSLATE THIS WEBSITE
EXPOSIÇÃO
voltar para a página anterior
Nova Figuração Anos 1960 - 1970
rioecultura : EXPO Nova Figuração Anos 1960 - 1970 : Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro (MAM RJ)
ABERTURA:
26 de junho de 2009
ENCERRAMENTO:
Exposição de longa duração - sem data de término
LOCAL:
Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro (MAM RJ)
Av. Infante Dom Henrique, 85
Aterro do Flamengo
(21) 2240 4944
FUNCIONAMENTO:
De 3ª a 6ª feira, das 12h às 18h
Sábado, domingo e feriados, das 12h às 19h
A bilheteria fecha 30 min antes do término do horário de visitação.
INGRESSO:
R$14 [inteira]
R$7 [meia]
Entrada gratuita [Amigos do MAM e crianças até 12 anos]
Todas as quartas-feiras a partir das 15h: entrada gratuita
Domingos ingresso família, para até 5 pessoas: R$14
Atenção: os horários e a programação podem ser alterados pelo local sem aviso prévio. Por isso, é recomendável confirmar as informações por telefone antes de sair.
compartilhe  |  Comente |  Ler comentários   voltar para a página anterior  subir
 
Com curadoria Reynaldo Roels Jr., foi aberta ao público, no dia 25 de junho de 2009, no terceiro andar do MAM, um novo espaço de exposição permanente. A mostra Nova Figuração Anos 1960–1970 se juntará à exposição Do Modernismo à Abstração Informal inaugurada em 12 de outubro de 2008 e, juntas, consolidarão esse pavimento como espaço especial para exposição permanente.

Formado por obras brasileiras dos anos 60 e 70, o novo conjunto, com curadoria de Reynaldo Roels Jr, vem suprir uma demanda histórica que é conseqüência da sempre diminuta quantidade de mostras da boa arte brasileira desse período.

Contando com algumas das mais importantes obras de arte brasileira deste período (como Corpobra de Antonio Manuel, Lindonéia de Rubens Gerchman, Trouxa de Barrio, Espelho Cego de Cildo Meireles etc), a exposição consegue mostrar, com a intensidade necessária, o esforço que esses artistas faziam para introduzir a vida na arte e a arte na vida, transformando a nova figuração brasileira em arma de ironia e política.

Expressando, não mais só em tela e tinta, o engajamento político e social muito característico daquele momento histórico, os artistas de então deram novo significado ao popular, o cotidiano, o sujo, o político e o efêmero, e criaram obras e conceitos de importância incontestável na história brasileira.

A exposição conta ainda com trabalhos de Ana Bella Geiger, Luiz Alphonsus, Antonio Dias, José Roberto Aguilar, Antonio Henrique Amaral, Nelson Leirner, Raymundo Colares, Roberto Magalhães, Ana Maria Maiolino, Carlos Vergara, Glauco Rodrigues, Cláudio Tozzi, Hélio Oiticica, WesleyDuke lee, Wanda Pimentel e Carlos Zílio.
compartilhe  |  Comente |  Ler comentários   voltar para a página anterior  subir
 
Relação de Exposições Temporárias
Relação de Exposições de Longa Duração

EXPOSIÇÕES Encerradas

Desde outubro de 2008 várias exposições passaram pelo Rio&Cultura. Você pode conferir a lista de exposições que saíram de cartaz, mas permanecem registradas.
EXPOSIÇÕES
Busca
[por Nome de Exposição]
[por Data de Encerramento]
[por Local]
[por Bairro]
Divulgue

Seu nome:
Comentário:


Seja o primeiro a comentar!
Escreva ao lado sua opinião.

Dados do(a) amigo(a):
Nome:
E-mail:
Mensagem para o(a) amigo(a):
Seus dados:
Seu nome:
Seu e-mail:
ATENÇÃO
Antes de efetuar o convite, verifique se todos os campos estão preenchidos corretamente.


Dados do(a) amigo(a):
Nome:
E-mail:
Mensagem para o(a) amigo(a):
Seus dados:
Seu nome:
Seu e-mail:
ATENÇÃO
Antes de efetuar a indicação, verifique se todos os campos estão preenchidos corretamente.

  voltarsubir
© Copyright 2008-2013 Rio&Cultura
SIMETRIA Arte e Comunicação desenvolve este site

Clicky Web Analytics
Rio&Cultura